Vivendo e aprendendo.

tumblr_lw1y6y1iiy1qh5vwvo1_500_large
Conforme as coisas acontecem, aprendemos a lidar com elas. Muita coisa que nos incomodava antes e deixava-nos desesperados, hoje talvez nem nos perturbe mais. Estamos vivendo esse crescimento constantemente, sofrendo mudanças, subindo, dia após dia, degraus que nos levam à autorrealização. Mudanças não são fáceis de serem encaradas, mas são definitivamente necessárias para que possamos nos transformar cada vez mais em seres humanos melhores. Essa é a essência da vida.

Eu apenas desisti!

Cópia de o que vale a pena

Se querem saber, eu desisti! Desisti já tem um bom tempo de ficar por aí, desesperada, feito uma louca varrida procurando por alguém, e principalmente um alguém que vá corresponder a todas as minhas expectativas. Desisti porque, não sei se já perceberam mas, quando estamos procurando algo e esperamos muito encontrar esse algo, a coisa pode estar na ponta do nosso nariz que não conseguimos enxergar nem a sombra, daí, quando nem lembramos do bendito, quando estamos virados pra lua, como num passe de mágica POOF! não é que meu dinheiro perdido resolveu aparecer? As coisas fluem bem melhor quando deixamos tudo livre, quando não esperamos e apenas deixamos  acontecerem de forma natural, mesmo que lenta. Acho que é aí que está a magia. Na lentidão, no inesperado, no que nos vem sem marcar data e muito menos, hora! O ser humano gosta de tudo pra ontem, quer que absolutamente tudo seja como ele deseja, mas eu não. Cansei dessa ladainha. O que vale a pena não somos nós quem escolhemos, não somos nós que determinamos hora certa para chegar.  Simplesmente acontece quando tem que acontecer e chega nesta mesma condição. Como dizia meu caro Caio Fernando Abreu, “o que vale a pena possuir, vale a pena esperar”. Então, que tal esperar o que há de melhor vir ao invés de recorrer às coisas efêmeras e  ficar choramingando pelas mesmas? Muito mais conveniente e muito menos dolorido, não? Talvez a chave para a felicidade está em compreender que nem tudo que queremos podemos ter, e que nem tudo vem na hora que desejamos. 

Tá na moda: CROPPED

top cropeed

Bom, para tudo tem uma primeira vez na vida, certo? E eu, pela primeira vez, venho-lhes falar sobre moda aqui no blog. Nunca escrevi sobre o assunto aqui, e já aproveitando a oportunidade  esclareço que não sou nenhum pouco expert no assunto, mas de forma modesta, considero-me até  com um bom gosto considerável.

 A palavra cropped, traduzida do inglês reflete o significado de peças mais curtas, com cara de que foram “cortadas” mesmo. Para quem não sabe, as peças cropped estão com tudo! Dá pra investir bastante no visual, usar, ousar e abusar! Há quem ame e há quem odeie, mas eu particularmente acho lindo e super estiloso!

Para usá-las não precisa ficar com receio de errar no visual, é só seguir umas considerações bem básicas que o próprio bom senso já permite detectarmos! Vamos lá?

cropped

Eu considero como regra básica para usar os croppeds o seguinte: fuja do vulgar! Você pode ser sexy e extremamente elegante sem ser necessário se vulgarizar. Para isso, uma dica é sempre usar as peças com outra de cintura alta e nada extremamente apertado! Shorts larguinhos, saias longas ou até os joelhos,  calças, acredite, fica incrível!

cropped-com-calc3a7a

crroopped

Uma proposta que eu curto muito, é de usar os tops croppeds com saias plissadas! Acho um mimo e super elegante! Você fica sexy, chique, diva  e bastante na moda usando um look simples, mas que tem um nivel de estilo extremo! Ah, pode usar com salto, sapatilhas, o que fizer você se sentir à vontade. Este é um look que, como disse anteriormente, permite ousar e abusar bastante dele!

cropped-tops-2

E aí meninas, o que acharam? Usariam? Ou ainda tem algo que lhes impedem de abusar no modelito e sair arrasando por aí?

Considerações: Espero que vocês tenham gostado do post, já que foi o primeiro desse assunto que escrevo.

Beeeeijos, e até uma próxima :*

Mais amor, por favor!

mais-amor

Mais amor, por favor! Mais amor nesse mundo louco, nesse mundo de cão! Mais amor nesse mundo onde as pessoas querem comer umas as outras vivas! Onde é cada um por si e dane-se o resto. Mais amor, mais gratidão, mais fé! Necessita-se acreditar. Na vida. Nas pessoas. Na gente. Em Deus. Necessita-se arriscar mais, permitir-se ir além. E além de tudo, recomeçar sempre! Mais amor, por favor! Em todas aquelas coisas simples que hoje passam-se por despercebidas aos nossos olhos. Em todas aquelas coisas que, por serem simples, são demasiadamente incríveis! Que não nos permitamos cegarmos, fecharmos nossos olhos e nossas almas apenas porque o medo de acreditar, de seguir adiante, e principalmente de arriscar prevalece. Que aprendamos a superar todas nossas fobias e que isso sirva de motivação para nunca desistirmos. Que a imobilidade seja extinta e que a mudança seja sempre presente. E que essa mudança sirva para crescermos e amadurecermos sempre! Mais amor, por favor! Amor próprio, aquele que sentimos assim que colocamos o pé para fora da cama, que faz o coração bater mais forte ao nos olhar no espelho, aquele que enche nossos olhos com um brilho esplêndido ao pensarmos o quanto temos orgulho de sermos quem somos, aquele que jamais permite nos humilharmos por aqueles que não merecem sequer uma lágrima. Por favor Deus, não se esqueça! Mais amor, por favor! Mais sentimentos puros! Mais PESSOAS puras! O mundo está corrompido, e todos nós, já estamos fartos! Então, mais amor, por favor!