A arte da imprevisibilidade.

Uma vez me disseram assim que, o que eu demonstro ser não é de fato minha própria personalidade. O que acontece é que as pessoas não me conhecem ao fundo para poderem dizer isto. Para ser sincera, não conhecem nem metade. Nem eu mesma me conheço. Sou ser humana, e nós seres humanos somos passíveis a mudanças. São mudanças involuntárias que acontecem quando menos esperamos e se querem saber, sem que nem percebamos. Detesto que criem expectativas sobre mim apenas porque jamais vou correspondê-las e também porque nem faço questão. E quando deixamos que expectativas sejam formadas, deixamos que elas falem mais alto e, se algo não sai como “planejamos” termina sempre da mesma forma, com decepções. Sou uma imprevisível quase louca, uma inconstante garota quase anormal. E é por isso que vou continuar sendo essa pessoa que “o que demonstro ser não é minha própria personalidade”, sabe por quê? Porque vou continuar agindo como sempre agi, vou continuar sentindo tudo e de repente não sentindo nada, vou insistir muito em um argumento e logo após discordar de tudo, criar fantasias e descria-las, conversar quando me dá vontade, emudecer quando não me sinto bem, sorrir só se achar graça, e fazer aquela cara de paisagem se o que você disse me pareceu idiota. Não é que eu seja falsa ou que o que “sou” realmente não sou eu. É justamente aí que encontra-se a magia, um de todos os inumeráveis segredos meus. Sou ambígua, sou mistério, e além de tudo, muito transparente. Impossível prever o que estou pensando, e talvez essa seja a minha verdadeira personalidade, aquela que sempre estará sujeita a alterações, aquela que apenas quem consegue enxergar mais ao fundo e de fato queira enxergar, consegue percebê-la.

 

 

 

Anúncios

Carta de um alguém nostálgico, 17/08/2012.

É que essa indecisão de não saber o que fazer em relação a você após tanto tempo me deixa confusa. Sinto uma vontade incessante de você, mas por favor, não interprete-me mal. Essa vontade que tenho é de lhe ter perto de mim, mas apenas como um bom e velho amigo, conversar, saber da sua vida, o que mudou, o que permaneceu estagnado. Soube que você está bem, e isto definitivamente me deixa ainda melhor. É que gosto de saber que as pessoas que realmente são especiais para mim estão tranquilas, felizes e se encontrando nessa caminhada da vida. Sei que, assim como é para mim, para você também não é indiferente, mas ambos temos de concordar que nós fizemos escolhas, e que foram essas escolhas que nos levaram onde hoje nos encontramos. Como diria a Teoria do Caos, uma escolha muda tudo. E assim foi. Todos os dias lembro-me de você, sinto saudades até, mas não aquela saudade que aperta, que machuca e que escorre pelos olhos. É uma saudade saudável e que provoca sorrisos sinceros. Todos os dias desejo de todo coração tudo de bom que o mundo possa oferecer, desejo que você seja feliz, que você consiga alcançar seus objetivos, que você sonhe bastante, pois os sonhos são o que nos ajudam a construir um objetivo e persistir nele. Podem até parecer clichê, mas dane-se, é sincero, e isso é o que de fato importa. Quero lhe dizer que, independente de tudo que houve, das circunstâncias que colaboraram para que nos afastássemos, você jamais deixará de ser um pedacinho de mim, um pedacinho da minha história, uma pessoa especial e que nem por decreto judicial, esquecerei. Saiba que estarás sempre em minha memória e em meu coração, e por favor, só lhe peço uma coisa: apesar de tudo e de todos, não delete-me.

Carta de um alguém nostálgico ao seu verdadeiro amigo.

Ás vezes…

Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.

Às vezes nos falta esperança, mas alguém aparece para nos confortar.

Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa. Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar, é nossa razão de existir…

Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino. Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa.

Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um por do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto, é a força da natureza nos chamando para a vida.

Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade. Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo. Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez e agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-las a reconstruir um coração quebrantado. Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores importantes:

a) a relação com a família,

 b) as condições econômicas nas quais se desenvolveu (dificuldades extremas ou facilidades excessivas formam um caráter),

 c) os relacionamentos anteriores e as razões do rompimento,

 d) seus sonhos, ideais e objetivos.

Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, manifeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam, esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá lhe restar.

Aproveite ao máximo seus momentos de felicidade, quando menos esperamos iniciam-se períodos difíceis em nossas vidas. Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco, pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso, do que teria sido no passado. Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário, existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.

Não procure querer conhecer seu futuro antes da hora, nem exagere em seu sofrimento, esperar é dar uma chance à vida para que ela coloque a pessoa certa em seu caminho. A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna. A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem, como acontece com muitas pessoas que cruzam nosso caminho.

Autor desconhecido

 

 

 

E aí, tá esperando o que pra ser feliz?

É engraçado como certas coisas são, como a vida é de fato. Tantas vezes nos vemos perdidos, em situações difíceis, momentos catastróficos. Choramos, sofremos e na grande maioria das vezes, pensamos que não iremos suportar. Daí, aquele momento ‘bad’ que dura apenas três dias são tão intensos que parecem durar três meses. Acontece que esses momentos ruins são bem menos frequentes que momentos bons. A diferença está na intensidade que depositamos em cada um deles. Quando estamos felizes, de fato damos valor a isso? Paramos para pensar que estamos realmente nos sentindo bem e para refletir o que está nos deixando assim? A resposta para essas questões é bem óbvia: NÃO. Não temos o hábito de parar para refletir sobre nossa vida, nossa existência, sobre o que estamos fazendo ou deixando de fazer. Daí, quando aparecem esses momentos ruins em nossa vida, é que percebemos que antes estávamos bem, porque esses momentos sim, percebemos. Penso que pela sensação que ele nos causa, já que não é nem um pouco agradável. Mas pergunto-lhe: se não houvessem esses momentos, daríamos valor em momentos agradáveis mesmo sem darmos atenção a eles? Nem responderei porque esta pergunta é bastante retórica. Pode parecer clichê e talvez até seja, mas a vida é feita de viver, de arriscar. É feita de momentos bons e ruins, uma vez que isso é que nos ajuda a crescer quanto pessoas, e sentir-se feliz ou triste é natural do ser humano. Dou-lhe espaço para atirar-me a primeira pedra quem nunca se sentiu angustiado. Já diria William Shakespeare, “não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito”, já que o sofrimento é opcional. Ficar remoendo lembranças, mágoas, apenas te levará para o caminho da angústia, e ninguém quer isto. Você pode escolher ficar pensando e repensando em coisas que lhe faz mal ou poderá tentar ocupar-lhe a cabeça com coisas produtivas e que irá lhe satisfazer. Poderá procurar apenas por uma pessoa ou poderá sair para conhecer pessoas novas e fazer novas amizades. Tudo na vida é escolha. Tudo é opção. De tudo só acontecerá o que você próprio permitir. Somos donos da nossa vida. Somos donos do nosso coração. As escolhas estão a nossa frente e cabe a nós fazê-las. E aí, tá esperando o que pra ser feliz?

Não mais expectativas.

É que aconteceu sem eu esperar, sem eu planejar, sem eu marcar data. Sem eu colocar expectativas, sem eu criar aquelas malditas fantasias que sempre me encarrego de cria-las. E você aí, que não tem nada haver comigo, que não faz parte do meu dia-a-dia, da minha rotina, da minha vida, já está aí, cheio de graça, todo metido, ganhando um texto meu. Simplesmente por ter conseguido me conquistar com esse teu jeitinho, com essa sua simpatia, com seu sorriso lindo e encantador, com a tua honestidade e além de tudo, com o que eu mais admiro em um ser humano: PALAVRAS CUMPRIDAS.

Amor incondicional.

Conheço uma pessoa excelente. Possui um ótimo coração, é amante da verdade e admiradora de almas puras. Nesta pessoa destaca-se  qualidades admiráveis, mas talvez o número de defeitos possam não ser contáveis, aliás, ela é humana, e assim como todos os humanos, não é perfeita. Adora elogios, mas se alguém mencionar três específicos – no qual esta doce criatura recusa contar-nos -, ah! daí essa alma entra em felicidade profunda. Esta pessoa tem sonhos, prioridades. Uma necessidade incessante em encontrar a felicidade plena. Ela é tão ingênua! Acredita no amor seja lá qual for. Ela tem esperanças e está sempre alimentando-as. Acredita que o mundo pode tornar-se melhor, mas sabe que isso jamais acontecerá se permanecermos estagnados. E digo mais! Ela adora recomeçar – ou começar. Ela não gosta de rotina, de paralisação. Adora coisas novas, pessoas novas, lugares novos. Dá muito mais valor e prefere um abraço à um beijo quente. Gosta do que é intenso, inteiro. Detesta o que lhe vem pela metade. Saboreia sentimentos verdadeiros e principalmente os que a fazem sorrir. Sinto um orgulho estremecedor por esta pessoa. Por ela morreria, moveria montanhas. É por ela e apenas ela que  sorrio e se sentir vontade, choro. É por esta pessoa que luto e corro atrás dos meus sonhos. Ela é minha razão de não desistir, a razão por ainda respirar. O único motivo para permanecer-me aqui, de pé e de cabeça erguida. De permitir que absolutamente nada, seja lá o que for, me estremeça. Esta pessoa é meu porto seguro, a única que posso contar meus segredos e que apesar de tudo, nunca me abandonará. Ela me entende e me consola. Esta pessoa, é e sempre será, EU!

Tanta beleza em uma coisa só…

Oi gente, como estão?! Bom, há um tempo atrás eu fiz um post aqui no blog falando sobre o grupo musical, o Teatro Mágico, que realmente é magico mesmo. (risos) Não sei muito bem explicar a vocês a sensação que eles me causam ao ouvir as músicas deles. Digamos que é uma mistura de felicidade – alegria não, uma vez que esta, ao contrário da felicidade, é passageira -, paz, tranquilidade, revitalização. É um mix de boas vibrações que eles emitem àqueles que as suas músicas ouvem. Fico me perguntando por que grupos musicais assim como eles, na grande maioria das vezes, não são tão reconhecidos como aqueles outros que cantam músicas sem nenhum tipo de qualidade, mas enfim né?..

Hoje venho aqui mostrar àqueles que não conhecem a música Nosso Pequeno Castelo, e aos que conhecem, proporcionarem a oportunidade de ouvir a música mais uma vez e vê-los em uma praia correndo e deliciando-se com essa natureza mágica. Algo mais singelo e lindo do que isso?  Provavelmente não.

Ah, ao assistir o vídeo no Youtube, vi um comentário sobre o Teatro Mágico que não é mais do que pura realidade. Vamos conferir?

É sutilmente linda, brilhante, encantadora… é única beleza do Teatro Mágico! Não tem como os olhos não brilharem ao ver um trabalho desses. Além da talento infinito que se abriga nos componentes do TM, é perceptível a humildade com que o Fernando conduz essa organização.

Continuem brilhando sempre e encantando brasileiros que têm sede de escutar músicas de conteúdo, que falam literalmente de amor, de arte e das mais belas coisas da vida.

Bom, sem mais demoras.. conferiremos o clipe. =) Deliciem-se e deixem-se envolver com essa beleza que o Teatro Mágico é.